Halloween: a história do Dia das Bruxas

  • Home
  • Halloween: a história do Dia das Bruxas

Halloween: a história do Dia das Bruxas

Direitos de imagem: @paige_cody
Vamos descobrir como surgiu a celebração mais creepy e divertida do mundo!

Estamos próximos da comemoração do Halloween, ou o Dia das Bruxas como chamamos no Brasil. A data aqui não é tão famosa e muita gente nem faz ideia de tudo que ela significa. Por isso, vamos entender um pouco mais sobre essa celebração.

Para começar, ela existe há muitos e muitos anos, para você ter uma ideia há mais de três mil! Os responsáveis pelo Halloween foram os Celtas, o primeiro povo civilizado da Europa, que surgiu muito antes dos Gregos e Romanos (só para se ter uma ideia do tempo dessa civilização). Eles viviam em diferentes países tais como: Irlanda, Inglaterra, França, Alemanha, Holanda, Bélgica e Dinamarca.

Pois bem, os Celtas eram politeístas, os seja, acreditavam em diversos deuses que eram intimamente ligados com animais e as forças da natureza. Eram também muito místicos, observavam muito a natureza e eram praticantes da magia.

Eles celebravam um festival chamado Samhain, o qual tinha a duração de 3 dias. O início era em 31 de outubro, para festejar o término do verão (Hemisfério Norte) e a passagem do ano celta que acontecia no dia 1 de novembro. Os Celtas acreditavam que nessa data os espíritos maus poderiam voltar para a terra e se apoderar dos vivos, por esse motivo eles se fantasiavam de coisas ruins e sombrias para se defenderem dos mortos. Agora tudo faz sentido, não faz?

Mas então, por que essa data é intitulada também de Dia das Bruxas?

Com o passar dos anos (milhares deles), durante a Idade Média, a igreja não simpatizava com essa celebração pagã e por isso passou a chamá-la de Dia das Bruxas, uma maneira de nomear todos que celebrassem essa data. A igreja também mandava colocar na fogueira todos os "bruxos" que questionassem os seus dogmas. Outra medida tomada contra a celebração foi alterar a data do dia de todos os Santos que acontecia no dia 13 de maio e passou a ser no dia 1 de novembro. Todas essas medidas foram tomadas para enfraquezer e acabar com essa cultura pagã. 

A partir disso o nome da data passou a ser a junção de duas palavras: hallow (significado santo) e eve (significa véspera). O Halloween é a véspera do dia de todos os santos. E é essa a nomenclatura que é conhecida por nós até hoje. Mesmo após sofrer a interferência da igreja essa data continua famosa no mundo todo, principalmente na Europa: Reino Unido e Irlanda. Também popular na América no Canadá e nos Estados Unidos, nesse último graças ao grande número de imigrantes irlandeses no país. O caráter místico da celebração se perdeu bastante, mas há hoje um grande valor comercial no evento.

Para se ter uma ideia a data é até feriado nos Estados Unidos, as pessoas usam diversas e criativas fantasias, as crianças saem pelas ruas batendo nas casas para um "Trick or Treat", ou seja, o nosso adaptado "Gostosuras os Travessuras". As casas e ruas são decoradas e há muita diversão! Quem já esteve no exterior durante esse período sabe o quão animado é celebrar um Halloween seja na Irlanda, na Inglaterra, nos Estados Unidos ou no Canadá.

Um intercâmbio no exterior irá te possibilitar vivenciar um Halloween real oficial e te proporcionar muito diversão! Vamos? 

Happy Halloween!

Beijos,

Ane

Agente de intercâmbio da Mundo4u

Voltar para as postagens

Sobre o autor: Anelize Beal

Anelize Beal

Sempre soube que falar um novo idioma faria muita diferença na minha vida. Como amo viajar e aprender sobre diferentes culturas fazer um intercâmbio sempre foi um sonho meu, e assim fiz! Foi uma das melhores experiência da minha vida e hoje sou muito feliz por ajudar vários outros estudantes a realizar esse sonho e carregar todo esse aprendizado do intercâmbio para a vida.

Facebook




Youtube




Instagram